Motorista de aplicativo maringaense consegue liminar para não ter a carteira suspensa.

O motorista de aplicativo maringaense, que teve a carteira suspensa por atingir 20 pontos, buscou a justiça para que pudesse continuar exercendo atividade remunerada ao veículo.


Após as alterações do Código de Trânsito Brasileiro, motoristas profissionais podem atingir o limite de 40 pontos em sua CNH, independentemente da natureza das infrações, podendo inclusive frequentar o curso preventivo ao atingir 30 pontos, sem que tenham o direito de dirigir suspenso.


Segundo a fundamentação contida na liminar, o juiz da causa entendeu que as novas regras do CTB devem ser aplicadas de forma retroativa, por serem mais benéficas do que a regra anterior, “Isso, porque se utiliza por analogia as disposições previstas no artigo 5°, XL, da Constituição Federal, segundo o qual: a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu”, decidiu.


A ação foi proposta pelo advogado especialista em direito de trânsito, Dr. Vagner Oliveira, da VLO Advocacia de Trânsito e abre um precedente para todos os profissionais que trabalham como motoristas de aplicativo, que tiveram o direito de dirigir suspenso na norma anterior, se beneficiem das novas regras.


Fonte: VLO – Advocacia de Trânsito – http://www.vloadvocaciadetransito.com.br

2 comentários em “Motorista de aplicativo maringaense consegue liminar para não ter a carteira suspensa.

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: